A pratica do Mountain Bike (MTB) é uma atividade indicada para quem tem espírito aventureiro, pois essa modalidade de ciclismo proporciona momentos de muita emoção e manobras radicais.

Você sabia que o mountain bike possui diferentes modalidades? Isso mesmo. Não são apenas aqueles estilos de trilhas conhecidas. Vamos especificar as 7 principais modalidade de Mountain Bike e apontar algumas de suas características.

Cross country

São corridas de longa distância, mais de 30 quilômetros (Km) normalmente, chegando às vezes até 100 Km com terreno variado e com várias subidas e descidas. Normalmente, os circuitos não são muito técnicos e podem ser fechados com várias voltas.

O cross country é modalidade mais atlética do mountain bike e a mais popular, sendo praticada em circuitos que variam de 2 a 15 Km, duram normalmente 1 a 2 horas e meia. A bike de cross country tem de ser leve, com pelo menos um amortecedor dianteiro.

Downhill

Sua principal característica é a descida de colinas com grandes saltos, curvas apertadas e todos os tipos de obstáculos. Quem se interessar por essa modalidade precisa saber que ela consiste em descer com a maior velocidade possível um percurso com diversos obstáculos e irregularidades do solo.

Os trajetos de descida são bastante variados e costumam exigir bastante conhecimento e técnica do ciclista para passar ileso pelos diferentes obstáculos, como pedras soltas, galhos de árvore, buracos, pontes, raízes entre outros.

As pistas são bem rápidas e, em muitas, os ciclistas atingem velocidades de até 80 km por hora!

Dual Slalom

Nesta modalidade de mountain bike são colocadas bandeiras por onde os ciclistas devem passar, a grande característica são as muitas curvas fechadas.

Correm dois competidores ao mesmo tempo em pistas paralelas e quase idênticas. As competições atraem bastante o público, já que a disputachega a ser corpo-a-corpo.

Freeride

A modalidade de Freeride, como o nome já sugere, é sinônimo de liberdade e criatividade. Utiliza obstáculos artificiais ou não, seus praticantes demonstram habilidade e controle da bike em meio a saltos e manobras.

Assim é denominada a modalidade daquele ciclista que gosta de andar por aí, descendo algumas escadas ou dando alguns saltos em meio ao ambiente em que se encontra. Aqui, o objetivo não é chegar na frente, mas se divertir.

Trip-Trail

É uma prova em que o percurso é longo e leva de um ponto a outro, que pode ser ou não o mesmo do início da prova. Sendo no mesmo ponto, o ciclista só dá uma volta.

O nome Trip Trail é porque o percurso é praticamente uma viagem por trilhas e estradas de terra. Quando o percurso é bem longo, pode ser chamado também de Maratona e chega a levar dois ou até três dias. Exemplos nacionais de provas dessa modalidade são o Iron Biker, o Big Biker e o MTB Trip Trail Ecomotion.

Enduro

O mais inusitado desta variante é que, ao contrário da maioria das outras modalidades onde quem ganha é quem chega em primeiro lugar ou completa o percurso no menor tempo possível, aqui as provas possuem um tempo para serem completadas, e este tempo é pré-definido pela organização.

Por cada segundo de atraso, o ciclista é penalizado com 1 ponto, sendo que por cada segundo adiantado é penalizado com 3 pontos.  Esta corrida promove a regularidade, sem tentar ir a toda a velocidade para a meta. Aqui é preciso ter controle da sua performance e uma boa noção de tempo.

Cicloturismo

Por fim, uma modalidade de Mountain Biking que na verdade não se caracteriza como competitiva é a prática do Cicloturismo.

Cada vez mais popular entre os amantes das pedaladas, o cicloturismo é, basicamente, a prática de fazer viagens turísticas com uma bicicleta. Assim, o ciclista enfrenta longos percursos, mas de forma alternativa e divertida, conhecendo novos destinos e curtindo a jornada.

Gostou do nosso conteúdo? Deixa aqui nos comentários qual modalidade você mais gostou ou qual delas você pratica!